Holos Editora

Busca: 
telefone

Livros Holos Editora » Biologia » -

 

A construção do conhecimento do professor

Autoras: Marisa Ramos Barbieri, Natalina Aparecida Laguna Sicca & Celia Pezzolo de Carvalho
Páginas: 98
Formato: 21 x 28
Ano: 2001
ISBN 8586699241

Ver mais

R$46,00

Descrição do produto

Apresentação


Este livro traz resultados do curso “Espaço interdisciplinar para o ensino de Ciências e Geografia” desenvolvido no LEC, Laboratório de Ensino de Ciências da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP, realizado por professores das escolas públicas de Ribeirão Preto e por alunos e professores da Universidade de São Paulo. Os resultados que comprovam um modelo que pode ser usado na formação continuada, centrado em projetos de investigação, utilizando como temas de linhas de pesquisa de laboratórios e a orientação de pesquisadores do Campus da USP em Ribeirão Preto, neste casos a maioria do Departamento de Biologia.

A publicação deste livro tem grande importância neste momento, em que o curso As Células, o Genoma e Você, Professor está em andamento na Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto. Esse curso incorpora o modelo desenvolvido pelo LEC ao longo de muitos anos de trabalho, adaptando e aperfeiçoando as atividades para essa interface entre pesquisadores da Universidade e professores do Ensino Fundamental e Médio das Diretorias de Ensino de Ribeirão Preto e Sertãozinho. Hoje, com a certeza de que professores do Ensino Básico estão aptos a desenvolver projetos de investigação que dêem suporte às suas aulas, os pesquisadores do CTC –Centro de Terapia Celular– têm orientado grupos e os resultados revelam uma melhoria muito evidente na relação ensino/aprendizagem nas Escolas Públicas.

Superando as expectativas e a própria concepção inicial do curso, alunos do Ensino Fundamental e Médio têm freqüentado as aulas, junto com seus professores, antecipando o início das atividades de Iniciação Científica previstas no projeto. Este projeto do CTC é um dos dez CEPIDs –Centros de Pesquisa, Inovação e Difusão– criados pela FAPESP –a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo–, que trouxe grande inovação, com novos conceitos e recursos para o apoio à pesquisa e para sua divulgação junto à Sociedade.

Esse tipo de projeto –como pode ser verificado ao longo dos capítulos deste livro– demonstra que é possível criar uma cultura científica em escolas do Ensino Fundamental e Médio, e mostra que os professores desencadeiam em uma situação de pesquisa um processo semelhante ao que vivenciam no contexto educacional. Isso tem despertado rapidamente vocações entre os alunos, que desenvolvem em grupos pequenos projetos de iniciação científica, orientados por pesquisadores da Universidade de São Paulo.

Esse modelo de trabalho está sendo expandido agora, com uma parceria com a Prefeitura Municipal de Ribeirão Preto, levando à instalação da Casa da Ciência. Do mesmo modo que profissionais da área médica dão suporte para a solução de problemas de saúde em Postos de Saúde, a Casa da Ciência deverá ser uma referência para professores e alunos, criando uma rede de apoio para registrar e finalizar material para divulgação e de ensino. Na Casa da Ciência, alunos e professores terão oportunidade de consultar livros e periódicos, parte do acervo do LEC, as pastas-relatório, fitas de vídeo, microscópios e, principalmente, trabalhar em computadores e acessar a Internet. Os resultados dos trabalhos dos alunos e professores serão incorporados ao acervo para consulta e divulgados no Jornal das Ciências e no Portal de Ensino da Ciência.

A publicação deste livro, com projetos desenvolvidos de forma semelhante, dá suporte ao projeto do CTC e estende à comunidade resultados obtidos junto à Universidade de São Paulo. O livro é um modelo de trabalho e uma fonte de material para uso em escolas.

Dimas Tadeu Covas

Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto, Presidente

novembro.2001

Como se constrói o conhecimento do professor? A resposta mais óbvia é que ele se constrói com estudo –para isso haveria a aquisição do conhecimento na formação inicial do professor e a complementação com cursos de reciclagem. Esse é o modelo usual.

A experiência do LEC –o Laboratório de Ensino de Ciências, da Universidade de São Paulo– mostra que, embora esse conteúdo seja importante, ele não apenas tende a levar a um processo de ensino por mera repetição de conteúdo, mas talvez seja a parte menos importante do conhecimento do professor. Quando o professor investiga, o principal de seu conhecimento, de sua postura, é alcançado. Nesse sentido, a arte de ensinar e o processo de pesquisa científica se tornam quase iguais. É necessário ter perguntas, hipóteses e problemas que sejam levantados quando se ministram aulas, cursos, palestras. Quando o professor aprende, ele mesmo, a fazer as perguntas sobre aquilo que ele lê, sobre o que ele apresenta aos alunos e sobre o próprio processo de ensino, a transmissão do conhecimento começa a se tornar algo rico, inesperado, contagiante. Os alunos logo se apercebem e reconhecem com algo diferente da “reprodução” de conteúdos. De fato, os alunos se tornam parceiros.

Para o desenvolvimento dessa postura de investigação entre os professores, no entanto, é necessária a aquisição de algumas habilidades complementares. Nessa etapa, entra a Universidade. Para isso, o professor do Ensino Fundamental ou do Ensino Médio deve descobrir que a universidade não é composta de pessoas distantes e incompreensíveis –embora às vezes possa parecer! A maioria dos pesquisadores costuma dar as boas-vindas àqueles que querem saber mais e, especialmente, aqueles que querem aprender a aprender. Bem, essa relação com as escolas também é um desafio novo para a universidade! Este livro mostra a experiência de alguns projetos conjuntos realizados entre pesquisadores da Universidade de São Paulo e professores da Rede Pública de Ensino, desenvolvendo trabalhos que depois pudessem ser levados até as salas de aula. Esses projetos criam um novo modelo de trabalho, que tem sido estendido mais recentemente com resultados excepcionais.

Conteúdo:

Sumário

Apresentação
Universidade e extensão. Um prólogo sobre o LEC
Capítulo 1. A construção do conhecimento do professor –uma reflexão
Capítulo 2. Interação entre insetos e plantas, plantas cultivadas e ruderais: um modelo de estudo na escola
Capítulo 3. Levantamento da ornitofauna de Ribeirão Preto
Capítulo 4. Informações climáticas no ensino básico: análise de dados meteorológicos de Ribeirão Preto (SP) de 1989 a 1990
Capítulo 5. Diversidade biológica e evolução: uma nova concepção para o ensino de Zoologia e Botânica no 2º Grau
Capítulo 6. O caminho do Reino Vegetal através do feijão. Estudo da evolução vegetal como proposta para dinamizar o ensino de Botânica no 1o e 2o Graus
Capítulo 7. Educadores: sua formação e sua vivência
Capítulo 8. Energia nuclear e meio ambiente
Capítulo 9. Fermentação: obtenção de Etanol
Capítulo 10. Mecanismos de transmissão do gene. A ação da meiose na transmissão
Capítulo 11. Terras Raras -nem terras, nem raras
Capítulo 12. O tema “Saúde” na Escola
Anexo. Exercícios Metodológicos

 

Contato | Formas de Pagamento | Formas de Entrega | Quem Somos | Política de Troca | Segurança